dibigode

Quinteto de música instrumental, o Dibigode fez seus primeiros shows em 2009 e vem ganhando crescente reconhecimento do público e da mídia. Representante da nova cena mineira, sua sonoridade mescla jazz, rock e experimentalismos. Considerada uma das principais bandas da nova geração da música instrumental brasileira, foi destaque em veículos como O Globo, Estado de Minas, Hoje em Dia, O Tempo, nas revistas Billboard, Rolling Stone e na MTV, entre outros. A banda já fez duas turnês pelos Estados Unidos, fez shows com artistas como João Donato e Uakti, executou a trilha ao vivo para o desfile do estilista João Pimenta na SP Fashion Week e atualmente divulga seu segundo álbum, Garnizé, no qual recriam parte da obra do sambista Ataulfo Alves em formato instrumental.

Em 2011, a banda lançou o seu primeiro álbum, Naturais e idênticos ao natural de pimentas da Jamaica e preta, sem conter um disco físico. A estreia da banda foi lançada em um combo composto por uma caixa contendo um livro de 60 páginas e um código de acesso ao download das músicas, além de conteúdo multimídia. 

Após a primeira turnê norte-americana lançaram o EP Live session midwest tour 2013, gravado na cidade de Minneapolis, com 3 faixas. Em 2014, foram convidados pela Cia SESC de Dança para criar a trilha sonora para um espetáculo, resultando em outro EP, Plano. E no primeiro semestre de 2015 lançaram Garnizé, gravado nos EUA durante uma residência da banda em Minneapolis, somente com músicas do sambista Ataulfo Alves.


AO VIVO




 
PRINCIPAIS SHOWS

– Natura Musical BH (com participação de Fernando Catatau, do Cidadão Instigado, no mesmo palco que Caetano Veloso, Paulinho da Viola e Paralamas do Sucesso)
– Duas turnês nos EUA (2013 e 2014)
– Convidados por João Donato para se apresentar com o pianista no Centro Cultural Banco do Brasil na comemoração dos 80 anos do artista
– Espaço das Américas (abertura do show de Gal Costa)
– Jam no MAM (no Museu de Arte Moderna de Salvador/BA)
– São Paulo Fashion Week (trilha ao vivo para desfile do estilista João Pimenta)
– Conexão Vivo (BH/MG, sendo a banda instrumental mais votada pelo público em todo o Brasil)
– Feira Música Brasil (Fortaleza/CE, onde a resposta do público e da produção da Feira foi tão boa que a banda foi convidada a tocar novamente, na cerimônia de encerramento do evento)
– Leblon Jazz Festival (Rio de Janeiro/RJ)
– Inhotim em Cena (projeto do Instituto de Arte Contemporânea Inhotim, ao lado de Hermeto Pascoal e Criolo)
– Savassi Jazz Festival (BH/MG)
– Mostra de Cinema de Tiradentes (MG)
– Serralheria SP, com participação do Curumin e Hurtmold
– Oi Futuro (com participação de Décio Ramos, do Uakti) e Oi Novo Som (BH/MG)
– FIT-BH – Festival Internacional de Teatro
– Festival de Verão
– Oktober Fest
– Noite Branca (BH / MG, na versão brasileira do evento que acontece em diversos países)

 
NA IMPRENSA / CITAÇÕES:

“Flerta com a virulência do free jazz e com a tranquilidade da música ambiente”
revista ROLLING STONE
“Jazz e Clube da Esquina não bastam para demarcar os limites do quinteto mineiro”
jornal O GLOBO
“O Dibigode reinterpreta as composições do conterrâneo (Ataulfo Alves) como se Frank Zappa resolvesse gravar Louis Armstrong. Às vezes se demora em apreender a melodia (o forte de Ataulfo), mas nunca se deixa de reconhecer que eles sabem o que fazem ao desconstruir clássicos, reinventando-os”
José Telles, JORNAL DO COMMÉRCIO
“O Dibigode se vale da música instrumental como caminho para novas estéticas. O resultado é a mistura de jazz, rock e elementos brasileiros, com uma pitada da música mineira”
jornal O ESTADO DE MINAS
“Destaque da Feira da Música de Fortaleza”
revista BILLBOARD
“Aponta uma nova tendência da música instrumental”
Pena Schmidt, superintendente do Auditório Ibirapuera e curador do NATURA MUSICAL
“Expande os próprios conceitos e possibilidades rítmicas, como ainda flerta com diferentes gêneros, colaboradores e bases sem perder o controle. Um passeio atento pelos mais variados campos da música instrumental, como se o grupo brincasse com a interpretação do ouvinte.”
MIOJO INDIE
“Da interminável listas de bandas instrumentais brasileiras surgidas na safra 2006-2008 o Dibigode, de BH, sem dúvida sempre foi uma das melhores… Original e audacioso, “Garnizé” é fruto de um projeto interessantíssimo, com resultado acima do esperado”
Revista MOVIN UP


produção

Cidade de origem: Belo Horizonte / MG
Contato: dibigode@quente.org.br / (31) 98491-3479